app

Segunda, 11 Setembro 2017 12:36

UFC: Amanda Nunes vence, mas Valentina Shevchenko protesta

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Foi por pouco. Mas no detalhe, o cinturão dos pesos-galos feminino segue com o Brasil. Em uma batalha de cinco rounds, a baiana Amanda Nunes derrotou a quirguistanesa naturalizada peruana Valentina Shevchenko por decisão dividida dos juízes na luta principal do UFC 215, disputado no último sábado, em Edmonton, (CAN). Com o resultado, o País segue com dois títulos na principal organização de MMA do mundo: o de Amanda Nunes e o de Cris Cyborg (peso-pena).

O combate marcou o encontro de duas das lutadores mais técnicas do MMA na atualidade. Enquanto Shevchenko apostava todas as suas fichas na luta em pé, com sequência de chutes e socos, Amanda fez uma luta estratégica, controlando a distância e abusando nas quedas principalmente no último round.

O resultado do combate deu margem para discussão e muita polêmica. A marcação dos juízes (dos três, dois viram vitória de Amanda e um para Valentina) revoltou a quirguistanesa naturalizada peruana, que fez questão de protestar ainda no octógono.

“Quero o meu cinturão, quero uma terceira luta contra a Amanda porque não acho que perdi. Sei que foi a minha luta. Se eu tiver que enfrentá-la de novo, sei que vou vencer. Agora é difícil de dizer, porque o UFC precisa de um tempo para analisar, mas vou pedir uma revanche. Sei que ela sabe que não venceu a luta. Ela não venceu”, reclamou Valentina Shevchenko.

Já Amanda Nunes afirmou ter sido dominante no embate e descartou revanche, já que o placar está 2x0 a seu favor nos duelos entre elas.

“Dominei a luta. Ela contra golpeou, mas não foi uma coisa que conectou bem, dominei, conectei alguns, principalmente os meus chutes. Dominei os cinco rounds e depois consegui as quedas”, contestou a brasileira.

Fonte: O Povo

Lido 22 vezes

4 Cidades Criativas

4 Cidades Criativas

4 Cidades Criativas

8493 Logo

pensar2

logo